24/04/2008

...o dia seguinte

Os pais separados NÃO PODEM DEDUZIR AS DESPESAS COM A EDUCAÇÃO DOS FILHOS!
Porque temos que pagar impostos com TAXAS EXORBITANTES E EXPLORADORAS?
Porque é que o fosso entre os mais ricos e pobres é exponencial com o tempo?
E impostos exorbitantes para quê?
As estradas andam esburacadas!
Os hospitais estão a ficar sem serviços de urgência!
As grávidas andam a parir dentro das ambulâncias!
As estradas não são seguras, morrendo-se desalmadamente-uma autêntica guerra civil!
Porque a PSP/GNR aplicam coimas elevadíssimas no estacionamento e existe descontrolo total nas autoestradas?
Porquê as Câmaras recebem indemnizações dos empreiteiros por construírem sem garagem e depois as câmaras não constroem as visadas garagens colectivas?
Porque os nossos filhos não têm actividades dos tempos livres?
Aonde ficam nas férias da escola?
Porque eles andam tão violentos?
Porque é que as pessoas têm medo de sair à noite?
PORQUÊ A VIDA EM PORTUGAL TEM QUE SER TÃO VIOLENTA?
Porque se matam pessoas impunemente e os criminosos escapam impunemente ao abrigo do Código Penal?
Porque o Fisco é tão vigarista com os direitos dos cidadãos, penhorando por pequenos valores todo o património?
Porque é que o sistema judicial simplesmente não funciona?
Porque é que não existem leis verdadeiramente de combate à corrupção?
Porque as taxas da Segurança Social são tão elevadas se deixam prescrever valores exorbitantes?
Porque é que os políticos mentem impunemente?

...MAS AFINAL DE CONTAS FOI PARA ISTO QUE TANTOS SOFRERAM A LUTAR PELA LIBERDADE?

2 comentários:

Ana disse...

Não me parece que tenha encontrado respostas para tanta pergunta.
Penso que tudo se explica com duas palavras, falta de profissionalismo. Se todos representassem apenas o papel para o qual são solicitados de forma consciente, eficiente e profissional teriamos a solução para todas as questões que nos assombram. Eu sinto-me impotente perante tanta falta de ética e profissionalismo. Mas como sou pequenina, sem voz activa, não me resta a mim tentar ser diferente para que me sinta bem comigo própria. Sei que sozinha não mudo o mundo mas juntos podemos torná-lo melhor. Por mim, há novamente revolução. Não nos calam da mesma forma que o faziam mas sinto-me perder liberdade todos os dias com tanta arrogância e prepotência dos nossos governantes, de todo o poder político que faz tudo para si e para os que lhes são favoráreis de alguma forma.
Parabéns pelo Blog, muito sereno, muito directo e agradável de navegar.

Ana disse...

Não me parece que tenha encontrado respostas para tanta pergunta.
Penso que tudo se explica com duas palavras, falta de profissionalismo. Se todos representassem apenas o papel para o qual são solicitados de forma consciente, eficiente e profissional teriamos a solução para todas as questões que nos assombram. Eu sinto-me impotente perante tanta falta de ética e profissionalismo. Mas como sou pequenina, sem voz activa, não me resta a mim tentar ser diferente para que me sinta bem comigo própria. Sei que sozinha não mudo o mundo mas juntos podemos torná-lo melhor. Por mim, há novamente revolução. Não nos calam da mesma forma que o faziam mas sinto-me perder liberdade todos os dias com tanta arrogância e prepotência dos nossos governantes, de todo o poder político que faz tudo para si e para os que lhes são favoráreis de alguma forma.
Parabéns pelo Blog, muito sereno, muito directo e agradável de navegar.