19/09/2008

...divórciolex

...eu geralmente à sexta-feira costumo deixar um clip daqueles que só eu gosto e fico-me pelo educado bom fim de semana, mas hoje abro um excepção! Vou falar sobre política!...dentro da mesma linha ilógica que presidiu à apressada aprovação do descabido Código do Processo Penal, hoje na Assembleia da Respública foi votada uma nova versão sobre a Lei do Divórcio. Um aticulista hoje no Público refere a esse respeito que não se pode obrigar a ficar casado quem não pretende tal- concordo absolutamente...mas!!

...e as mulheres vitimas mais tratos? no meu entendimento, esta lei trata-se de um autêntico branqueamento destes casos!Agrava sentimento de injustiça e sofrimento dessas mulheres e obsta que elas reedifiquem o seu processo de vida. Caso pretenda que a culpabilidade do agressor seja provada em tribunal terá que mover um segundo processo, num julgamento em que vai ter de provar aquilo que no tribunal de família não lhe possibilitaram! Entretanto e caso tenha filhos, é obrigada pela nova lei (pelo que entendi!) a manter a guarda conjunta dos filhos e por conseguinte, a contactar com o agressor!...entretanto, se conseguir!! a culpa do marido é provada em tribunal mas e depois!?...será que o tribunal civil tem competência para contrariar a decisão do tribunal de família!?...mantém-se a guarda conjunta e a necessidade de manter contacto por (intermédio dos filhos menores) com o agressor!?...será que entendi bem!? ou foi mais um lapso dos nossos de putados!?...assim como o Código do Processo Penal já fez e continua a fazer moça, a ver vamos se esta nova lei, caso seja promulgada ou depurada de qualquer inconstitucionalidade, se vai virar contra o legislador..assumido da razão que esta é uma luta fracturante, mas de esquerda!...Mais uma vez dou razão ao Mário Alegre...existem outro tipo de tema que urge discutir

Por mim, meus senhores olhava bem para a legislação espanhola e para as cláusulas que esta inclui na lei do divórcio!O casamento tem deveres e um dos deveres máximos é a obrigação de respeito pela outra parte!

...segue-se o casamento entre pessoas do mesmo sexo!...depois cá estarei para ad argumentandum tantum! (apenas para argumentar)...e um bom fim de semana!!

1 comentário:

Ana disse...

Esta é mais uma para fazer o povo rir. Mas que importam as mulheres vitimas de maus tratos. Até convém a esta nação machista. Já viram bem se elas começam a arrebitar muito cabelo, começam todos a andar a toque de caixa :D
Casar hoje mais do que qualquer outra coisa é um excelente negócio para uns e um desastre para outros. Alguém tem que sair a perder. Não acredito que há quem acredite em amor eterno até que a morte os separe. Vejo felizmente casais fantásticos e que sabem o que é espírito de sacrifício, partilha e dignificação do outro, mas não são infelizmente os da minha geração. Ou fico muito louca mesmo ou canso-me de mim mesma, porque essa treta de casamento hoje dá muito trabalho.
O processo de divórcio é simplificado mas apenas aparentemente as complicações que daí advém trazem danos irreparáveis.

p.s. já acertei o fuso :D obrigada