10/07/2009

...o tempo que não passa

..o ar não sufoca, mas a sensação alívio também não se vislumbra! Os dias tardam a passar por entre os acordes do mecanismo do relógio. A sombra do astro rei permanece imutável, como se o tempo parasse. Cada dia é uma repetição da véspera e o amanhã é sinónimo de dejá-vu. Estou a precisar de férias!

1 comentário:

ALFF disse...

Não obviamente com o mesmo contexto que tu mas o que é certo é que asfixia, sufoco e dias, no meu caso anos, que vão demorar a passar....